domingo, 15 de junho de 2008

É por estas e por outras, que os gajos às vezes me tiram do sério

O meu ex-namorado chegou à conclusão que afinal eu não sou igual às outras miúdas. E telefonou-me para mo dizer. Parece que afinal sou mais querida, mais compreensiva, e menos refilona. Claro que ele não é leitor assíduo deste blog, senão percebia que é aqui eu venho refilar :D
No entanto, agora pergunto eu: então e onde é que isso me levou? Foi preciso estarmos acabados 1 ano para ele perceber isso? É outra coisa que me irrita com os gajos: só dão valor às coisas quando as perdem. E mesmo assim levam tempo!

Com o próximo vou ser o oposto. Pode ser que pegue. Isto com gajos nunca se sabe…

16 comentários:

Anónimo disse...

Esse é um dilema de ambos os sexos, ou seja só damos valor quando já nao está ao nosso alcançe.O tempo que nos leva a esta conclusão depende muito das expectativas que criamos.

Laredo disse...

Essa já é típica, fartou, rodou, experimentou, picou, fechou o círculo e voltou à base!
Ninguém nos enche as medidas a 100%, não era que não se soubesse já de antemão, foi só mesmo para confirmar...agora que não há dúvidas, venha de lá o "mal menor"!

Não passamos já todos por isso?

edu disse...

Ola...
O teu blog e deveras muito interessante!!
mas respondendo ao teu post, n sao so os homens q dao valor as coisas que nao tem...com as mulheres passa-se exactamente o mm!!
o ser humano e mm assim!!!
keep the good job;)

I&U disse...

É preciso não ter para se dar valor. E é daquelas lições que nem mesmo numa vida aprendemos!

Hugo disse...

sabes o que era preocupante? era que ele tivesse dado por ela no mesmo dia em que acabaram... queria dizer que nem tinha dado tempo até experimentar outra miúda!

Belota disse...

Hey, Laredo, eu sou o mal menor???

LOL

Laredo disse...

Sim...neste caso concreto, mas não leves isso no sentido pejorativo, que o mal menor pode ser muito bom (curso de graxista, precisa-se com urgência, tirem-me desta!).
Tecnicamente falando, quando se reconhece aquelas qualidades todas, significa que naqueles items as outras eram "inferiores" a ti.
Se tinham acabado, era porque havia "males", fossem quais fossem, de uma parte ou das duas.
Nas suas deambulações, ele experimentou outros "males", todos eles maiores...no meio de tanta imperfeição (a mulher é um ser imperfeito por natureza), há sempre quem tenha umas imperfeições menores, ou mais admissíveis, logo, ao atingir o patamar do suportável, é promovida a mal menor!

Catwoman disse...

Homens! Conseguem ser uma desilusão. Ainda depois de já não estarmos com eles.

Catwoman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
PsYcHo_MiNd disse...

Quando perdemos é que damos valor de facto, mas a nós mesmos, por que o gajedo será sempre igual!

Canephora disse...

Pois... parece que o bicho homem é assim mesmo... só gosta do que não tem.

katy disse...

É mesmo. Acontece sempre!! Ai os tontos..

Juiggy disse...

Dizem que a ausência faz o coração amar mais! Pode ser que com a distância ele realmente se tenha apercebido do que estava a perder!

Belota disse...

Exacto, tarde demais! Gajos irritam-me. :D

O pensador disse...

Belota, querida...compreensiva..menos refilona, costumam ser os adjectivos utilizados pelos homens quando já não praticam sexo a mais de 2 meses.

:-)

Anónimo disse...

Anoka diz:
Homens são tds uns parvos...nunca sabem o k kerem. Como é possível? parece k ficam deslumbrados ao ver uma mulher bonita e dps fartam-se e kerem outra e outra e outra...eu nao os entendo....kem os entenda k me ensine pf.